segunda-feira, 2 de março de 2009

postagem de meio de semana.


Que regozijo chegar em casa, depois de oito horas consecutivas de trabalho - sob a regência de um condicionador de ar - num dia de verão, suado e pegajoso e encontrar repousando na geladeira ainda um gole de refrigerante de cola. É o ápice da classe média.

6 comentários:

darsh. disse...

porque isso não acontece comigo?

Rafael Vidal disse...

Se ainda fosse uma vodka gelada.

Vitor Andrade disse...

é tão prazeroso!

Daniel Savio disse...

Como assim, só trabalho?

Não pulou o carnaval?!

Fique com Deus, menino Cronista.
Um abraço.

Jaya disse...

Um regozijo, definitivamente.

Vinícius de R. Rodovalho disse...

Para mim, qualquer líquido (potável) gelado basta. Seja o refrigerante, um suco, uma água... Não vou dizer de bebidas alcóolicas porque não pega bem pra idade...

Enfim: classe média, sim senhor, mas com orgulho. E menos calor, por favor...